Bem vindo e fique a vontade. Agradecemos qualquer comentário, sugestão, crítica ou colaboração.

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Oportunidades e Notícias Nº 65

Jornal online "Oportunidades e Notícias" Nº 65 de 03 a 05 de fevereiro de 2018, página 11.


quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Sério?

Mais um produto lançado com o Selo de Recomendação do Clube dos Quadrinheiros de Manaus. Desta vez é o fanzine "Sério?" de autoria de Vicente Cardoso. Sátiras escrachadas e criativas no traço inconfundível de um mestre das histórias em quadrinhos manauenses.
Para adquirir basta fazer contato direto com o autor pelo e-mailvicentecardoso7185@gmail.com


Formato: A4
12 páginas
Preto e branco
R$ 6,00 (+ frete p/ outros estados)



domingo, 21 de janeiro de 2018

Registros do C.Q.M. no Universo Geek Museu

Abaixo registros fotográficos da participação do Clube dos Quadrinheiros de Manaus com stand de merchandise no Universo Geek Museu, em 20 de janeiro de 2018 no Palacete Provincial.



























segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

sábado, 28 de outubro de 2017

Maldito Seja - Henry Jaepelt

Criada com a intenção de fornecer um determinado reconhecimento a certos quadrinhistas autorais, a série de comic booksMaldito Seja”, seleciona apenas artistas independentes que nunca alcançaram o dito mainstream, mas ao mesmo tempo possuem uma obra peculiar digna de destaque, seja pela criatividade, pelo traço emblemático ou roteiros marcantes. O exemplar “Henry Jaepelt” traz uma coletânea de trabalhos deste autor catarinense, publicados, em sua maioria, em fanzines de 1993 a 2005. A antologia é impressionante e apresenta o melhor de Jaepelt que, sem dúvida nenhuma, deveria ter condições de dedicar seu tempo apenas em sua arte.
Capa do exemplar da série "Madito Seja" que traz Henry Jaepelt
O número abre com uma apresentação do fanzineiro Denílson Rosa dos Reis que resenha muito bem sobre a característica obra de Jaepelt. Na sequência Douglas Utescher, Márcio Sno, Petter Baiestorf e o já citado Denílson, conduzem uma extensa e ótima entrevista com o quadrinhista que expões detalhadamente o seu parecer sobre o mercado independente, sua vida particular e seus quadrinhos únicos. Só a partir da página 25 é que começam as histórias em quadrinhos, propriamente ditas.
Ao todo são vinte e seis HQs que preenchem o livro (na verdade é um pouquinho mais, pois algumas histórias não tituladas, não são creditadas no sumário). A grande maioria é de poucas páginas, sendo várias de apenas uma página. Consideremos como justificativa que Jaepelt atua muito como ilustrador, e o motivo é bem simples: ele não vive exclusivamente de sua arte, mas sim, tem um emprego e precisa trabalhar para poder sobreviver. O que é uma pena, porque se analisarmos o seu desenho, percebemos um estilo que vaguei entre o terror/erotismo/ficção científica com textos filosóficos e non sense repletos de referências e quase sempre explorando a beleza do preto e branco. Sua anatomia é excelente, os cenários cósmicos e surreais, os contrastes de luz e sombra equilibrados numa harmonia linda, diagramação concisa e diversificada e o traço preciso e limpo. Todas as histórias do livro são excelentes, mas pra dar algum destaque podemos citar “Sundae, Bloody Sundae...” que tem várias referências nos detahes dos quadrinhos, “Lupita...” com sexualidade surreal, “Puls *” assim mesmo com o asterisco no título, é uma HQ psicodélica sem textos, “O Curioso Relato de Lumbrotelius (Da Antiga e Honorável Tribo dos Habrinoles)” que apesar do longo título, possui apenas duas páginas com roteiro de final intrigante, “Sebo do Beto” sobrepondo a audiofilia no romance, “Impulsos” uma crônica contemporânea e atemporal, sem textos e de apenas uma página, “Que Coisa!” com desenhos de Maria Jaepelt, “Estufa” de lisergia e expressividade magnífica nas hachuras, “Um Ensaio no Outonotambém com colaboração de Maria e “Mutrus” que resume perfeitamente a peculiaridade dos quadrinhos deste mestre da nona arte.
A ótima série Maldito Seja” está aí não apenas para divulgar nomes poucos lembrados das histórias em quadrinhos nacionais, mas também para levar aos leitores, a nata do que há de melhor fora do sacal eixo Marvel/DC que abunda os espaços de bancas e livrarias dedicados a nona arte, sem deixar espaço para alternativas independentes. “Henry Jaepelt” é um dos melhores nomes a exemplificar esta nata com eficiência e maestria.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Ugra Press Vendendo "O Desejo Eterno" em São Paulo

A loja Ugra Press é o primeiro ponto de São Paulo a vender a graphic novel "O Desejo Eterno" de Mário Orestes Silva. O comic book tem o Selo de Recomendação do Clube dos Quadrinheiros de Manaus.
O exemplar está saindo a R$ 25,00 (+ despesas de Correios pra fora de São Paulo).
A Ugra Press fica na Galeria Ouro Velho, rua Augusta, Nº 1371, loja 116 (a três quadras do metrô Consolação) e funciona de segunda a sexta-feira das 12:00 as 20:00 e aos sábados de 10:00 as 19:00.